dermatite de contato

Dermatite de contato: entenda o problema

É uma reação inflamatória na pele decorrente da exposição a um agente capaz de causar irritação ou alergia. O surgimento de tais problemas pode ser alarmante, principalmente porque muitas vezes não se sabe sua origem e o forma de tratamento adequada. Neste artigo, trataremos de uma dermatite muito recorrente e inclusive desconhecida por vários de seus portadores: a dermatite de contato.

Também conhecida como eczema de contato, é uma inflamação na pele causada pelo atrito com algum agente que provocou uma reação adversa. É caracterizada pelo aparecimento de coceira, vermelhidão, erupção cutânea e até descamação da pele.

Tipos de dermatite de contato

Dermatite alérgica

A dermatite alérgica aparece quando há repetidas exposições à substância reativa. Ela surge a partir de ações do sistema imunológico, e por isso pode levar meses para aparecer após o primeiro contato.

Esse tipo de dermatite causa erupções vermelhas na pele e, nos casos mais graves, até bolhas. As lesões da pele acometem o local de contato com a pele, podendo se estender à distância.  Essa forma de dermatite de contato aparece, em geral, pelo contato com produtos de uso diário e frequente, como perfumes, cremes hidratantes, esmaltes de unha e medicamentos de uso tópico, entre outros.

Existem também casos nos quais o indivíduo tem contato com o alérgeno e a reação só aparece após a exposição ao sol como o sumo de frutas cítricas e perfumes. .Neste caso, a dermatite é conhecida como dermatite de contato fotoalégica. Outros itens podem entrar em contato com a pele quando carregados pelo ar, como inseticidas em spray e perfumes para ambientes. As dermatites de contato podem ocorrer tanto no ambiente doméstico como nas atividades de lazer e no trabalho.

Dermatite Irritativa

A dermatite irritativa costuma ser a mais comum. Ela surge quando há um contato da pele com a substância reagente, gerando uma irritação imediata. Vale acrescentar que a gravidade do problema varia de acordo com cada indivíduo e também com o tempo de exposição à substância.

Seus principais sintomas são vermelhidão, pele áspera e seca. Na maioria das vezes, a principal sensação ocasionada é de queimação e dor no local afetado. As regiões do corpo normalmente atingidas pela dermatite irritativa são as mãos e o rosto. As lesões da pele geralmente são restritas ao local do contato

Por sua vez, os principais causadores da reação são produtos de limpeza, solventes químicos e conservantes de cosméticos à base de cloreto de alumínio.

Existem alguns produtos que causam reação tanto para a dermatite alérgica, quanto para a irritativa, tais como níquel, metal muito usado em bijuterias; antibióticos e anti-inflamatórios; fragrâncias; desodorantes; detergentes; sabonetes; látex; formaldeído (presente nos esmaltes) e tecidos sintéticos, dentre outros.

É importante mencionar que existe também a chamada dermatite ocupacional, que ocorre quando o indivíduo entra em contato com reagentes alérgicos no ambiente de trabalho.

Quando o assunto é o tratamento das dermatites de contato, o processo varia de acordo com a gravidade do quadro apresentado pelo paciente. Podem ser usados medicamentos antialérgicos via oral ou uso tópico, como pomadas. O uso de loções hidratantes neutras ajuda a reduzir os sintomas e a proteger a pele, prevenindo novas lesões.

O mais indicado, entretanto, é procurar um médico dermatologista já com o surgimento dos primeiros sintomas.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em Araraquara!

Comentários

Posted by Dra. Mariana Dubrull