olheiras

Olheiras: por que surgem e como tratar?

As olheiras podem ser sinônimo de cansaço e causarem terror diante do espelho. Porém, em alguns casos, o problema é crônico. A mancha mais escura abaixo dos olhos, muitas vezes com uma bolsa d´água, normalmente desaparece ao longo do dia, mas merece atenção quando tem permanência prolongada.

O problema em geral é de fácil solução: é possível fazer com que elas desapareçam com métodos caseiros ou tratamentos estéticos mais elaborados e com resultados muito positivos.

O que são e como surgem as olheiras

As olheiras ocorrem pela dilatação mais que o normal dos vasos sanguíneos da pálpebra. A circulação mais intensificada na região faz com que a pele fique avermelhada, com pontos arroxeados, resultando na configuração que todos conhecem.

A causa mais comum para o seu surgimento são as noites mal dormidas, seja por poucas horas de sono, insônia ou várias interrupções. Nesses casos, as olheiras podem desaparecer naturalmente durante o dia, sem necessidade de um tratamento mais ostensivo, ou podem ser resolvidas com boas noites de sono natural.

Outras causas podem ser a genética, o período menstrual da mulher, o processo natural do envelhecimento, o estresse, as alergias e algumas doenças, como a anemia. Mas, quando elas provêm de outras causas, é necessário um tratamento específico para retirá-las.

O excesso de sal na alimentação e o consumo frequente de cigarros, drogas, bebidas alcoólicas e má alimentação também podem causar olheiras, assim a depressão e outros distúrbios mentais e psicológicos. A perda crescente do colágeno a partir dos 30 anos pode fazer surgir bolsas abaixo dos olhos, que são confundidas com olheiras, mas podem apenas ser reforçadas por elas.

Tratamentos mais indicados

Os tratamentos para as olheiras variam conforme a causa que as gerou. Algumas ações simples podem amenizar os problemas como cortar o fumo e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, dormir melhor e dentro do período médio necessário, manter uma boa alimentação e usar protetor solar.

Tratamentos mais elaborados, para os que possuem olheiras crônicas ou predisposição genética, são:

  • Drenagem linfática: ajuda a diminuir ou até acabar com as bolsas de água e gordura, também permite que haja um aumento da microcirculação e que o tom da pele volte ao normal;
  • Peeling: retira as manchas crônicas através da renovação celular;
  • Preenchimento com ácido hialurônico: indicado para pessoas que possuem uma cavidade mais profunda abaixo da pálpebra, ácido hialurônico preenche esse espaço;
  • Argila: as máscaras feitas com argila ajudam a realizar uma drenagem linfática sem a necessidade de massagem, diminuindo o inchaço na área e melhorando a circulação;
  • Laser: o uso do laser ND Yag remove a hiperpigmentação;
  • Blefarplastia: é um método cirúrgico que faz a retirada do excessos de pele das pálpebras.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em Araraquara!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp